Playlists de marcas

Você pode ser uma empresa ou marca que usa os recursos sociais do Spotify para interagir com seus fãs. Como explicado nos Termos e condições do Spotify, as marcas não podem se envolver em atividades no serviço que deixem implícito o apoio de algum artista (a menos, claro, que ele seja real).

Você deverá usar seu bom-senso para não insinuar endossos, mas muitos clientes de marcas do Spotify acham estas regras práticas úteis:

  • Quanto mais faixas você tem na sua playlist, melhor — inclua pelo menos 20 faixas em cada playlist

  • Nenhum artista deve aparecer na playlist mais de uma vez

  • Se você tem motivos para acreditar que um determinado artista possa ter problemas com sua marca, é melhor ficar longe dele

  • Mantenha a natureza editorial de suas playlists; não tente torná-las um comercial do seu produto. Da mesma forma que os outros usuários do Spotify, mostre ao mundo o tipo de música que sua marca curte ouvir nas festas, no carro ou enquanto toma um café

  • Tire proveito das relações que já existem — se você acabou de contratar um artista como porta-voz, uma playlist pode ser uma ótima oportunidade para mostrar ao mundo todo o amor que sua marca tem por ele

Última atualização: 09 de março de 2018